Clique nos planetas para ir direto para eles
Home > Sol > Netuno > Pequenas Luas

Busca no site:

Peça já o seu e-mail (nome@astronomia.web.st) do Astronomia na Web, com Tecnologia do Google. Acesse o Formulário de Solicitação e garanta o seu.




Pequenas Luas de Netuno


As luas mais internas de Netuno são:

Neptune tem também várias luas sem nome minúsculas e distantes que foram descobertas recentemente.

Naiad

Netuno III

Naiad ( "NAY ed" ) é o mais interno dos satélites conhecidos de Netuno:
órbita:   48.200 km de Netuno
diâmetro: 58 km
massa:    ?

As Naiads eram ninfas que viviam e cuidavam dos riachos, fontes e nascentes.

Foi o último satélite a ser descoberto em 1989 pela Voyager 2.

Naiad, Thalassa, Despina e Galatea são todas elas de formato irregular.

Mais sobre Naiad

Thalassa

thalassa
 

Netuno IV

Thalassa ("tuh LASS eh") é o segundo dos satélites conhecidos de Netuno:

órbita:   50.000 km de Netuno
diâmetro: 80 km
massa:    ?

Thalassa era filha de Aether e Hemera. "Thalassa" é também uma palavra grega para  "mar".

Descoberta em 1989 pela Voyager 2.

Mais sobre Thalassa

Despina

despina
 

Netuno V

Despina é o terceiro dos satélites conhecidos de Netuno:

órbita:   52.600 km de Netuno
diâmetro: 148 km
massa:    ?

Despina era uma ninfa, a filha de Poseidon (Netuno) e Demeter.

Descoberta em 1989 pela Voyager 2.

Mais sobre Despina

Galatea

galatea

Netuno VI

Galatea ("gal eh TEE eh") é o quarto dos satélites conhecidos de Netuno:

órbita:   62.000 km de Netuno
diâmetro: 158 km
massa:    ?

Galatea era uma nereide siciliana apaixonada pelo cíclope Polyphemus. (Não tem relação com a sereia que era originalmente uma estátua esculpida por Pigmaleão e trazida à vida por Afrodite.)

Descoberta em 1989 pela Voyager 2.

Mais sobre Galatea

Questões em aberto

  • Nós não sabemos quase nada sobre estas luas. Nem mesmo os dados básicos sobre órbita e tamanho são precisos.

Onde ir em Seguida


Contents ... Netuno ... Naiad / Thalassa / Despina / Galatea ... Larissa ... Dados ... Astronomia na Web

Copyright © 1994-2017 by William A. Arnett; última atualização: 02/10/2010


Traduzido por Luis Gustavo Gabriel