Clique nos planetas para ir direto para eles
Home > Sol > Pequenos Corpos > Cometa Shoemaker-Levy 9

Busca no site:

Peça já o seu e-mail (nome@astronomia.web.st) do Astronomia na Web, com Tecnologia do Google. Acesse o Formulário de Solicitação e garanta o seu.




Comet Shoemaker-Levy 9

comet sl9

O cometa Shoemaker-Levy 9 foi descoberto por Eugene e Carolyn Shoemaker e David Levy em 1993. Logo após sua descoberta detreminou-se que ele tinha uma órbita altamente elíptica e que seu caminho o levaria para próximo de Júpiter diretamente para uma rota de colisão. Era muito difícil calcular sua órbita antes de sua passagem em 1992 próximo ao planeta gigante.

Em 1992, o SL 9 passou por Júpiter dentro do limite de Roche. Ele foi então quebrando em pelo menos 21 fragmentos que foram dispersados por vários milhões de quilômetros ao longo de sua órbita.

O tamanho e a massa do corpo original ainda permanecem com alto grau de incerteza. A estimativa varia de 2 a 10 km de diâmetro para o corpo original e 1 a 3 km para os maiorThe estimates range from 2 to 10 km in diameter for the original body and from 1 to 3 km for the largest fragments.

Entre 16 de julho de 1994 e 22 de julho de 1994 os fragmentos atingiram a atmosfera superior de Júpiter. Esta foi a primeira vez que cientistas tiveram a oportunidade de testemunhar a colisão de dois corpos extraterrestres.

Os impactos foram observados por praticamente todos os grandes observatórios em Terra, milhares de pequenos telescópios amadores, e várias espaçonaves incluindo o HST e a Galileo.

As fotos foram postadas na Internet em questão de horas após os impactos e causaram sérias sobrecargas em alguns sites ftp e www.

Os efeitos pós-impacto foram visíveis em Júpiter por quase um ano após os eventos.

Há cadeias de crateras lineares em Ganymede e Callisto que acredita-se terem sido formadas pelos impactos de corpos semelhantes ao SL 9.

O SL 9 não existe mais, porém seu legado para a ciência será estudado por anos.

Mais sobre o SL9

Questões em aberto

  • Quanto tempo durarão as marcas do impacto? Isto terá algum efeito de longo prazo em Júpiter?
  • Qual a freqüência que um evento deste ocorre em Júpiter? e na Terra?
  • Estudos espectrográficos preliminares não obtiveram sucesso em encontrar a quantidade de água esperada nos locais de impacto. Será que o SL9 tinha menos água do que a maioria dos cometas?

Onde ir em Seguida


Contents ... Sol ... Pequenos Corpos ... Halley ... SL 9 ... Kuiper/Oort... Dados ... Astronomia na Web

Copyright © 1994-2016 by William A. Arnett; última atualização: 02/10/2010


Traduzido por Luis Gustavo Gabriel